Casa Curta-SE

topo do site

Crianças realizam o sonho de ir ao cinema durante o Fici



Foto: Marco VieiraFoto: Marco VieiraFoto: Marco VieiraFoto: Marco VieiraJoão Paulo / Foto: Marco VieiraGisele e Sayonara / Foto: Marco VieiraEdineuza Macedo / Foto: Marco VieiraDeyse Rocha / Foto: Marco VieiraEduardo / Foto: Marco VieiraFoto: Marco Vieira

No foyer do Cinemark, o clima era de muita expectativa, afinal havia chegado o grande dia. Nos rostos das cerca de mil crianças que aguardavam na fila a hora de entrar nas salas, era nítida a ansiedade. Muitas delas sequer conheciam um shopping, quem diria uma tela de cinema. Quando a professora deu a ordem para todos caminharem em direção ao local de exibição dos filmes, a euforia foi imediata.

VEJA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA.


Esse foi o cenário do primeiro dia do projeto ‘Tela na Sala de Aula’, que integra a programação do 11° Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici). Na manhã desta segunda-feira (7), alunos de dez escolas de Aracaju e Nossa Senhora do Socorro tiveram a oportunidade de assistir gratuitamente a três filmes. À tarde, foi a vez de outras centenas de estudantes ocuparem as salas.


Entre os mais entusiasmados estava o pequeno João Paulo, de apenas seis anos, que estuda na Escola São Lourenço, em Aracaju. Ele conta que até hoje só havia conseguido assistir aos desenhos pela televisão. “Nunca fui ao cinema e estou muito feliz por estar aqui com os meus amigos. Hoje é um dia muito especial”.


Ao lado de João Paulo, mas em outra fila, as amigas Gisele e Sayonara, da Escola Municipal Rosalvo Queirós, em Nossa Senhora do Socorro, também não escondiam a emoção pela ida ao cinema. “Quando a professora avisou na semana passada que íamos ver um filme fiquei muito contente. Passei o final de semana esperando chegar”, relata Gisele.


Até a quinta-feira (10), o projeto beneficiará cerca de seis mil estudantes da capital, Nossa Senhora do Socorro, Laranjeiras, Estância, Itaporanga e Divina Pastora. Entre os filmes exibidos estão produções criadas na Dinamarca, Alemanha, Brasil, Índia, Rússia, Irlanda, França e Bélgica.


Oportunidade
Para os professores, o ‘Tela na Sala de Aula’ é uma excelente oportunidade para oferecer aos alunos o acesso a outros tipos de produtos culturais. “O cinema não é algo que faz parte da rotina dessas crianças. A grande maioria delas não pode frequentar esse ambiente por não ter recursos para pagar o ingresso. Essa talvez seja a única chance que elas tem para conhecer um outro tipo de cultura”, explica Maria Edineuza Macedo, professora da Escola São Lourenço.


E é justamente o interesse em oferecer essa experiência aos estudantes que motiva a organização do evento. “A grande proposta do festival é permitir que essas pessoas descubram o cinema, ajudando assim a construir um novo público. A felicidade estampada na face de cada uma delas mostra que esse trabalho tem alcançado os resultados esperados”, destaca a produtora local do Fici e diretora Geral do Casa Curta-SE, Deyse Rocha.


Quando o filme termina, o foyer volta a ser tomado pela alegria das crianças. Agora, a ansiedade deu lugar às gargalhadas e aos relatos sobre a experiência vivenciada por cada uma delas. “Tudo foi muito bom. Vi um filme, comi pipoca e sorri bastante. Tem como não gostar? Nunca vou esquecer desse dia”, conta o pequeno Eduardo.


Festival
O FICI completa 11 anos celebrando os números que fazem da mostra a principal do gênero no país. Do começo modesto, com apenas 15 filmes de nove países, sendo cinco do Brasil, o festival já soma hoje 570 filmes exibidos e um público total superior a 1 milhão de espectadores.


Esta edição do Fici começou em setembro pela cidade de Natal em Natal e segue para Aracaju e Salvador (4 a 13 de outubro) e Rio de Janeiro e Niterói.


Através de Lei de Incentivo à Cultura, o Festival conta com o apoio local da Superlux, Infonet, TV Sergipe, KJM Telecom, 3G Mídia exterior, Shopping Jardins, e patrocínio do BNDES, OI, Petrobras, Cinemark e Prefeitura do Rio de Janeiro,  co-produção da Espaço Z e Casa Curta-SE. A produção e realização é da Copacabana Filmes. O festival é uma realização do Governo Federal.

 

VEJA A GALERIA DE IMAGENS.

Por Wellington Amarente
Fotos: Marco Vieira

Anote

fone2_menor

A Casa Curta-SE está com novo telefone. 

Anote: (79) 3085-7416.

 

ico_twitterico_youtubeico_faceboock

Centro de Estudos Casa Curta-SE

Rua O dois, n. 61, conj. A Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

CEP: 49030-296

Endereço postal:

Praça Dep. Pedro Barreto de Andrade, nº 75, Conj. A. Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

 Caixa Postal 3825