Casa Curta-SE

topo do site

Terceira noite do Curta-SE traz 1º Mostra Competitiva de Curtas Iberomericano

IMG_2490

 

 

Na noite da última quinta-feira, 15, teve início a 1ª Mostra Competitiva de Curtas Iberoamericanos da 16ª edição do Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe, Curta-SE.  A mostra foi realizada no Cinema Vitória, e contou com a apresentação de oito filmes, iniciando por ‘A bolsa’, dos diretores Debora Perrotts, Jason Tadeu e Marcela Cardoso.

O segundo curta apresentado foi ‘O quebra cabeça de Tarik’, da diretora Maria Leite. A animação mineira tem duração de cerca de 20 minutos, e conta a história do cientista Tarik, que em seu laboratório subterrâneo se prepara para receber a peça fundamental do seu grande projeto de vida, agregando peças de outros bonecos.

Com produção da diretora Rafaela Arrigoni, a 1ª Mostra Competitiva de Curtas exibiu também o filme de ficção Verde Violeta, produção da diretora Rafaela Arrigoni. O curta conta o rito de passagem de Nilma, uma frágil e peculiar funcionária de supermercado platonicamente apaixonada pelos olhos bicolores do segurança, e tem duração de 23 minutos.

Teve ainda a exibição das produções Uma família ilustre, da diretora Beth Formaggini, Uma Noite e Meia, da diretora Suzana Amaral, Abatido, com direção de Ariadna Monleón, O resto é silêncio, de Mabel Lopes, e por último, O que teria acontecido ou não naquela calma e misteriosa tarde de domingo no jardim zoológico, dos diretores Gugu Seppi e Allan Souza Lima.

Curta-SE 16

IMG_2539


Trazendo o tema “Lugar de mulher é no cinema”, o Curta-SE 16 apresenta produções dirigidas por mulheres como forma de fortalecer a importância da mulher no cenário audiovisual brasileiro. Segundo a estudante de audiovisual Milena Matos, abordar temas como esse é importante para trazer visibilidade. “É sempre importante ter representatividade, dar visibilidade as mulheres, principalmente no cinema, que é uma área tão masculina. Eu faço cinema, e a gente raramente estuda cineastas mulheres”, comenta Matos.

 

Para o professor Wellington Costa, o tema do festival deste ano reforça uma realidade cada vez mais crescente. “Eu acho que deveria haver mais mulheres diretoras, mais mulheres em posições chaves da produção cinematográfica. A gente tem visto um numero crescente de mulheres trabalhando no cinema de forma expressiva, mas ainda é muito pouca, mas não é só no cinema, infelizmente”, relata.

 

Apoio

Através da Lei de incentivo à Cultura, o Festival tem o apoio da Revista Preview, Benedito Lado B Produções, Mix Estúdios, Mistika, Cia Rio, Pontão de Cultura Digital Avenida Brasil, NET, Festival de Avanca – PT, Fest’Afilm – FR, Tagi.i ; e apoio cultural do Cinema Vitória, Secult-SE através do Funcart. A realização é da Casa Curta-SE, AVBR Produções e Ministério da Cultura / Governo Federal.

 

Por Beatriz Bomfim e Tirzah Braga

Anote

fone2_menor

A Casa Curta-SE está com novo telefone. 

Anote: (79) 3085-7416.

 

ico_twitterico_youtubeico_faceboock

Centro de Estudos Casa Curta-SE

Rua O dois, n. 61, conj. A Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

CEP: 49030-296

Endereço postal:

Praça Dep. Pedro Barreto de Andrade, nº 75, Conj. A. Franco, Bairro Farolândia, Aracaju-SE

 Caixa Postal 3825